domingo, 29 de maio de 2016

DIVERSÃO EM FAMÍLIA -/ "WANDA CITY" PARQUE TEMÁTICO DA CHINA



PARQUE TEMÁTICO

NANCHANG, China - O conglomerado chinês Dalian Wanda Group inaugurou um parque temático neste sábado que pretende ser o principal concorrente do investimento do novo e maior resort e parque de diversão da Disney que, com custo de US$ 5,5 bilhões, deve entrar em operação em Xangai no próximo mês. Esta semana, o presidente do grupo Wang Jianlin declarou que a Disney não deveria ter ido à China e prometeu impedir os lucros da companhia no país asiático. 
foto - ?

Os executivos da Wanda investiram US$ 3,35 bilhões para construir o “Wanda City’ na cidade de Nanchang. A empresa considera o projeto como um representante da cultura chinesa do entretenimento diante da “invasão” de influências estrangeiras. Com 2 quilômetros quadrados, o complexo de entretenimento chinês inclui um parque temático de US$ 800 milhões, um shopping center com cinemas, restaurantes, hotéis e um parque aquático. 
foto - ?

Na cerimônia de abertura do local neste sábado, Jianlin — o homem mais rico da China — não fez menção à concorrente Disney, mas afirmou que o povo chinês “bajulava” importações ocidentais. 
— A cultura chinesa conduziu o mundo por 2 mil ano, mas nos últimos 300 anos, devido a nosso atraso de desenvolvimento e a invasão de culturas estrangeiras, nós perdemos mais ou menos a confiança em nossa própria cultura — declarou Jianlin. — Queremos ser um modelo para empresas chinesas privadas, e queremos estabelecer uma marca para companhias chinesas. 
foto - ?

No início deste mês, o executivo disse em entrevista à televisão estatal chinesa que a incursão da Disney na China cairia diante de preços mais competitivos do seu grupo, e alertou que o "frenesi de Mickey Mouse e Pato Donald e a era de segui-los cegamente já passou". 
O bilionário deixou clara sua intenção de competir com a Disney. Depois de Nanchang, ele pretende construir outros seis parques no país nos próximos três anos e chegar a 15 antes de 2020. 
— Queremos atuar de maneira que a Disney não possa ser rentável neste setor (de parques temáticos) na China em 10 ou 20 anos — indicou. 
foto - ?

Apesar da disputa, os turistas que chegaram ao Wanda City se depararam também com a presença da Disney. Aqueles que não quiseram pagar 198 yuans (cerca de US$ 30) e foram ao shopping center foram recebidos por uma funcionária fantasiada de Branca de Neve, assim como storm troopers, personagens da franquia Star Wars, da companhia americana. A loja da marca Uniqlo oferecia aos clientes pilhas de camisetas do Mickey Mouse por US$ 12. 
foto - ?

Em resposta a isso, o Dalian Wanda Group afirmou em comunicado que a companhia “não controla ações promocionais dos varejistas. 
O grupo tem investido no setor de entretenimento como alternativa ao enfraquecido mercado imobiliário chinês. No início deste ano, o Dalian Wanda Group pagou US$ 3,5 bilhões pelo estúdio Legendary Entertainment, responsável pela franquia Batman, como parte de sua estratégia de ampliar a participação internacional. Em 2012, o conglomerado adquiriu a cadeia de cinema americana AMC Theaters por US$ 2,5 bilhões.


Nenhum comentário:

Postar um comentário